09/08/2017

O meu amigo Sílvio

Conheci o Sílvio Menendez na última noite do Simpósio de Paraty. Os desenhos que o comprovam podem ser vistos AQUI
Existem momentos que sabemos vão mudar o percurso das nossas vidas para sempre, e ainda sem saber, esse serão de Sábado, que terminou no bar Gamboa a beber cachaça e a dançar forró, haveria de ser um desses momentos. No ano seguinte veio a Lisboa, pela primeira vez, e escusado será dizer que ficou rendido aos encantos da cidade e das pessoas. No ano seguinte veio novamente a Lisboa, celebrar o seu aniversário com os seus amigos de São Francisco. Disse-me que então no próximo ano regressaria para viver permanentemente em Lisboa. E veio!

I met Silvio Menendez on the last night of the Paraty Symposium. The drawings that comprove that can be seen HERE.
There are moments that we know will change the course of our lives forever, and yet without knowing, this Saturday night, which ended at the Gamboa bar drinking cachaça and dancing forró, was one of those moments. The next year he came to Lisbon for the first time, he was surrendered by the city and the people. The following year he came again to Lisbon, to celebrate his birthday  with his friends from San Francisco. He told me that next year he would come back to live permanently in Lisbon. And he came!


05/08/2017

Chicago - a aventura estava prestes a começar

Eu, o José Louro e o João Catarino encontrámo-nos no aeroporto cerca das dez da manhã de segunda feira, o voo era ao meio dia e quinze. Como levava umas pequenas garrafinhas de vinho do Porto, para fazermos um brinde quando fosse feito o anúncio do Simpósio no Porto em 2018, que pensei que teria que despachar no porão, decidimos ir mais cedo. No check-in da United disseram-nos que se separássemos as vinte garrafas entre todos, não haveria problema e podíamos levar nas mochilas, misturadas por entre os cadernos. Problema resolvido!
Fomos em lugares separados, e eu fui o único a desenhar neste primeiro dia. Achei que seria um bom prenúncio para Chicago, e que viria de lá cheio de muitos e bons desenhos, capazes de fazer corar de inveja um daqueles dois monstros que iam comigo. Mais tarde veio a revelar-se um puro e total engano. Sobrevoando o imenso oceano atlântico pensei que a aventura estava prestes a começar...

José Louro, João Catarino and myself met at the airport around ten in the morning on Monday the 24th, the flight was at noon and fifteen. As I was carrying some small bottles of Port wine to make a toast when the announcement of the Porto 2018 Symposium was announced, which I thought I would have to send in the plane basement, we decided to go earlier. We were told at United Airlines check that if we separated the twenty bottles among the three of us, there would be no problem and we could carry them in the backpacks, mixed between the sketchbooks. Problem solved!
We went in separate seats, and I was the only one that draw on this first day. I thought that would be a good presage for Chicago, and that it would come from there with lots of great drawings, capable of making those two monsters traveling with me completely jealous. Later I realized that I was completely wrong. Flying over the immense Atlantic Ocean I thought the adventure was about to begin ...


23/07/2017

Auto retrato

Um desenho feito no dia em que fiz 42 anos, com uma aldrabice tatuada... próxima paragem: CHICAGO!
A drawing done in the same day I turn 42, with a fake tattoo... next stop: CHICAGO!


17/07/2017

Amor maior

Amor maior. 
Este título até estava bem para o desenho que fiz da minha mãe, estendida no seu cadeirão neste Sábado depois do jantar. Mas não, é o título de uma novela da SIC, com uns actores meio fraquinhos a fazerem o que podem pela ficção nacional. Não resisti e escrever a conversa pouco sentida daquele par de jovens namorados... 

Greater love.
This title was appropriate for the drawing I did of my mother, stretched out in her highchair this Saturday after dinner. But no, it's the title of a soap opera in the portuguese televisoon, with some weird actors doing what they can for the national fiction. I did not resist and write the conversation of that pair of young boyfriends...


13/07/2017

Getting ready for Chicago - Part II

Sé de Lisboa, num Domingo à tarde com muito calor. Desenho treino para o meu segundo exercício do workshop em Chicago, desenhar escondido, afastado (o possível) das pessoas.

Lisbon cathedral, in very hot Sunday. Training for my second Chicago workshop exercise, drawing hided from people (if possible).


10/07/2017

Getting ready for Chicago - part I

Igreja da Madalena em Lisboa.
Desenho feito de memória, após 15 minutos de observação atenta e escrita descritiva. Vai ser assim o primeiro exercício do meu workshop em Chicago. Mal posso esperar!

Madalena Church in Lisbon.
Drawing done by memory, after 15 minutes of observation and creative writing. This is going to be my workshop first exercice in Chicago. Cant wait!


08/07/2017

Old friends and wine

O Marco e o Leopoldo são meus amigos há mais de 20 anos. 
Conhecemo-nos quando vim estudar arquitectura para Lisboa, e foram eles, e tantas vezes as suas famílias, que me apoiaram na minha integração na cidade, tão grande em comparação com o lugar pequeno de onde vinha. Ainda hoje tenho enorme gratidão e amizade por eles, apesar de inevitavelmente nos termos afastado, depois da vida começar a correr mais depressa. 
Passado todo este tempo, e numa altura em que o desenho é algo tão importante na minha vida, recordo-me que eles eram os melhores desenhadores de entre todos, e talvez por isso, inconscientemente, nos tenhamos ligado tanto. Tenho a certeza disso.
Passados todos estes anos somos talvez um pouco menos arquitectos, mas muito mais de outras coisas. Apesar disso, mantemos a mesma vontade e dedicação de fazer muito bem aquilo a que nos propomos fazer. O Leopoldo é chefe de cozinha, o Marco enólogo (sem papel passado, mas de muita categoria), e eu uma espécie viajante do quotidiano que gosta de desenhar estórias dos lugares e das pessoas de que mais gosto.

Estes desenhos foram feitos na passada 4ª feira, no café Garret, o lugar onde ainda se podem provar as especialidades do Leopoldo, prestes a mudarem de poiso. Uma hora e pouco, e alguns copos de vinho, separam estes desenhos, e isso também se nota no traço mais solto e divertido, e na expressão facial das personagens. Existem alguns desenhos que me emocionam, como estes dois...

Marco and Leopoldo have been my friends for over 20 years.
We met when I came to Lisbon, to study architecture, and were them, and so often their families, who supported me in my integration in this great city compared to the small place from which I came. Even today I have tremendous gratitude and friendship for them, although we inevitably are away , after our lifes began to run faster.
After all these years, and in a moment in my life were drawing is so important, I remember that they were the best sketchers among all, and perhaps that was the reason why, unconsciously, we have become so connected. I'm sure of that.
After all these years we are perhaps a little less architects, but much more of other things. In spite of this, we maintain the same will and dedication to do very well what we intend to do. Leopoldo is a chef, Marco a oenologist (with no diploma but with a lot of class), and I am a daily traveler who likes to draw stories of the places and people I love the most.

These drawings were made last Wednesday at the Café Garrett, the place where you can still taste the specialties of Leopoldo, about to change location. An hour and a half, and a few glasses of wine, separate these drawings, and that difference can also be seen in the more loose and funny lines, and the facial expression of the characters. There are some drawings that thrill me, like these two ...




03/07/2017

Maru Godas e Santi Sallés

Maru Godas e o Santi Sallés estiveram em Lisboa para orientar uma oficina de desenho na Casa Museu Vieira da Silva. Para além dos desenhos maravilhosos que fazem, são ambos pessoas extraordinárias, que conheci em Óbidos há dois meses e que ansiava voltar a ver. Confesso que me intimida desenhar  seu lado, é quase como querer dar toques em uma bola lado a lado e ao mesmo tempo que o Messi (por serem de Barcelona não utilizei o CR7 como exemplo).
A oficina foi óptima, mostrando de uma forma simples como se pode mudar a forma de desenhar: "Wash & line" - mancha primeiro e depois linha, foi o mote da Maru, "del color a la linea" foi o proposto pelo Santi, de forma complementar. Os meus resultados mostro depois, que hoje me apetece falar da conferência emotiva e encantadora que deram no Sábado de tarde.
Gosto de pessoas talentosas e que desenham bem, mas a minha admiração pode não passar disso. Mas quando as pessoas são tão simples como encantadoras, e desenham daquela maneira, fazem-me quase pairar nas nuvens. Obrigado Maru e Santi por um Sábado formidável.
Ens trobarem a Barna?

Maru Godas and Santi Sallés were in Lisbon as instructors in a workshop at the Vieira da Silva Museum. Besides the wonderful drawings they do, they are both extraordinary people whom I met in Óbidos two months ago and I was looking forward to see again. I must confess that sometimes I'm afraid to draw at  their side, it's almost like playing with  a ball side by side and at the same time as Lionel Messi (once they are from Barcelona I avoid to use CR7 as an example).
The workshop was great, they showed  in a simple way how to change the style and technique to draw: "Wash & line" - spot first and then line, was the motto of Maru, "the color a la linea" was proposed by Santi, in a complementary way. I´ll show my results later, because now I want to talk about the charming and emotive conference they gave on Saturday afternoon.
I like talented people who draw well, but my admiration may not be more than that. But when people are as simple as they are charming, and draw like that, they almost make me hover in the clouds. Thank you Maru and Santi for a terrific Saturday.
Ens trobarem a Barna?





27/06/2017

Maru Godas e Santi Sallés em Lisboa

Que privilégio receber dois amigos tão talentosos em Lisboa este fim de semana. A Maru Godas e o Santi Sallés vão estar este Sábado às10:30, no Museu Vieira da Silva, para orientar um workshop de desenho inserido na programação do Lisboa Capital Ibero-Americana de Cultura.
Mais informações AQUI
Inscrições para o email casa-atelier@fasvs.pt

 Maru Godas

Santi Sallés

13/06/2017

Sketching tools and weapon

A propósito de um convite que a Brenda Murray me fez para o Drawing Attention, sobre quais são os meus materiais de desenho e armas fundamentais, e das quais não abdico, resolvi tirar uma foto que possa resumir tudo isso numa simples imagem.
Quem me conhece melhor sabe que apenas desenho com uma BIC "gorda" de 1,6 mm, desde que comecei a desenhar no verão de 2012 e até hoje. E também quase desde essa altura que apenas pinto os meus desenhos com lápis de cor aguareláveis da Caran d´Ache. E que por teimosia e inabilidade não experimento outros materiais, talvez porque o meu estilo e registo no desenho estejam tão ligados ao traço desta caneta preta que desliza livremente por um papel engomado, dos meus cadernos d eeleição CANSON Art book Universal, 96gsm, tamanho 14 x 21,6 cm.

About an invitation that Brenda Murray did to me for the Drawing Attention, about which are my drawing materials and fundamental weapons, and of which I do not abdicate, I decided to take a photo that can summarize all this in a single image.
Those who are more failiar with me knows than I just draw with a "fat" BIC of 1.6 mm, since I started drawing in the summer of 2012 until today. And also almost since that time I just paint my drawings with Caran d'Ache watercolors pencils. And because of stubbornness and inability I do not experience other materials, perhaps because my drawing styleis so linked to the smooth  of this black pen that glides freely by a starched paper, from my CANSON Art book Universal, 96gsm, size 14 X 21.6 cm.



09/06/2017

Praça do Comércio

"Antes de entrar na via mais estreita da rua do Arsenal, da placa central da praça destacou-se um homem de bastas barbas negras - um professor primário de nome Manuel Buíça - que, assentando um joelho no chão para melhor fazer pontaria, disparou por diversas vezes sobre o rei D. Carlos com a sua carabina, atingindo-o no pescoço, no ombro e no rosto. Do lado oposto, vindo das arcadas do então Ministério da Fazenda, um segundo elemento - Alfredo Costa, um caixeiro de 24 anos - subiu ao estribo traseiro do landau, disparou o seu revólver duas vezes contra as costas do rei e acabou por visar também o príncipe D. Luiz Filipe, que entretanto se erguera. O rei teve morte instantânea, o príncipe viria a morrer alguns minutos mais tarde."

Este foi um dos relatos feitos após o Regicídio de 1908, no mesmo local onde fiz este desenho, e a propósito da minha segunda sessão do programa 10 years 10 classes. 

"Before entering the narrowest street in Rua do Arsenal, a man with big black beards stood out from the central plate of the square - a primary teacher named Manuel Buíça - who, laying a knee on the ground to better aim, fired several times shooting King D. Carlos I with his riffle, striking him in the neck, shoulder and face. Coming from the arches of the old Ministry of Finance, a second element - Alfredo Costa, a 24-year-old sales clerk,  went up to the rear of the landau, fired his gun twice against the king's back, and also at Prince D. Luiz Filipe, who had risen in the meantime. The king died instantly, the prince died a few minutes later."

This was one of the reports made after the Regicide of 1908, at the same place where I made this drawing, and about my second session of the 10 years 10 classes program.


06/06/2017

Sábado à noite

A única coisa que me recusei a escrever na narrativa deste dia foi o recente atentado em Londres...
The only thing I refused to write was the recent attack in London this Saturday...


01/06/2017

Quarto da Rainha

Quarto da Rainha Maria Pia de Sabóia - Palácio Nacional da Ajuda em Lisboa.
Este desenho foi feito na minha primeira sessão como instrutor do programa 10 years 10 classes. Um lugar especial reservado para os nossos desenhos e estórias. Absolutamente mágico!

Queen Maria Pia de Sabóia - Palácio Nacional da Ajuda in Lisbon.
This drawing was done in my first session as an instructor at the 10 years 10 classes program. A special place reserved just for our drawings and stories. Absolutely magical!


31/05/2017

Músicos de ocasião

Mesmo no finalzinho do workshop do João Catarino, e quando estávamos a tirar a foto costumeira no topo das escadinhas de São Francisco, uma banda de improviso começou a tocar, mesmo ali, onde há pouco estávamos sentados a desenhar. Tinha um estilo das fanfarras do Emir Kusturika, de que gosto tanto, e muitos de nós não resistiram. Voltámos a sentar-nos dos degraus, eu de copo de cerveja na mão, para nova sessão gratuita nas escadinhas de São Francisco. Eram quatro no total, mas apenas apanhei dois, o contra-baixo e a guitarra eléctrica ficaram de fora, que não couberam na folha. 
Perguntei ao Thomas qual o nome da banda, disse-me que tinham vários, um deles era "o transe do mimo". Achei o nome meio estranho, e sem relação com o som que dali saía. Mas a música tinha pinta e os gajos eram muito desenháveis, valeu mesmo a pena - tal como o workshop do João.

At the very end of João Catarino's workshop, and when we were taking the ordinary photo at the top of the steps of San Francisco, an improvised band  began to play, in the same place where we were just sitting and drawing some minutes ago. They had a style similar to Emir Kusturika fanfare, which I like so much, and many of us did not resist. We sat down again on the steps, me with a glass of beer in one hand, for a new free session on the steps of San Francisco. There were four altogether, but I only draw two, the bass guitar and the electric guitar were left out, they didn´t feet on the paper.
I asked Thomas what was the band's name, he told me they had several, one of them was "o transe do mimo." I found the name a little strange, and unrelated to the sound they were playing. But the music was nice and the guys were very cool, it was really worth it - just like John's workshop.



Créditos fotográficos João Carvalho

30/05/2017

Tomás Reis

Mais um grande desenhador deformado no meu caderno. O Tomás desenha que se farta e é um contador de estórias, como eu gosto. Podem saber mais AQUI

Another great urban sketcher deformed in my sketchbook. Tomás is a hell of an artist and a great storyteller. You can look for more HERE


28/05/2017

Aniversariante

Se eu soubesse que hoje a Mónia fazia anos, tinha feito este desenho numa das páginas do meio, para que o pudesse arrancar e oferecer de presente. Foi feito ontem durante o workshop do João Catarino nas escadinhas de São Francisco, algures no Chiado. Parabéns Mónia!

If I had knew that today was Mónia´s birthday, I´d probably have done it in one of the middle pages of my sketchbook, to take it of to offer as a gift. It was done yesterday during João Catarino´s workshop in escadinhas de São Francisco, at Chiado. Congratulations Mónia!




14/05/2017

Fair Play

Durante a goleada do Benfica e o princípio dos festejos de mais um título (não é o meu clube!). Felizmente que não paguei nenhuma das cervejas...

During the Benfica match, and the beginning of the celebration of another championship title (not my club!). Thank God I didn´t pay any beer...


09/05/2017

Barcelona

Desde que me tornei urban sketcher, que a coisa que mais me entusiasma é conhecer as pessoas que me habituei a admirar pelos desenhos. Foi o que aconteceu no Festival LATITUDES em Óbidos. Sugeridos pelos USkP, um grupo de sketchers de Barcelona foi convidado a participar. Os desenhos da Maru Godas, do Santi Sallés e do Lluisot são fantásticos, mas não conseguem (ainda assim) ser tão bons como as pessoas. Este desenho foi feito durante o jantar de sexta feira, no restaurante do hotel "The Literary Man". Ao lado deste trio de Barcelona estava alguém que também gostei muito de conhecer, o José Paula, fotógrafo do Grupo do Risco. 
E o desenho passa para segundo plano...

Since I became an urban sketcher, the thing that excites me most is to meet the people I used to admire from drawings. This was what happened at the LATITUDES Festival in Óbidos. Suggested by USkP, a group of sketchers from Barcelona was invited to participate. The drawings of Maru Godas, Santi Sallés and Lluisot are fantastic, but they are not (despite that) as good as the persons. This drawing was made during Friday´s dinner at the resturant from the hotel "The Literary Man". Next to this trio from Barcelona was someone that I also really enjoyed to know, José Paula, a photographer from Grupo do Risco.
And the drawing goes to the second plan ...


07/05/2017

10 years 10 classes


É já esta quarta feira que começam as 10-years 10-classes em Lisboa, o programa de formação que celebra os 10 anos dos Urban Sketchers. 
Na segunda sessão, a 17 de Maio, uma das que vai ser orientada por mim, vamos descobrir e desenhar alguns dos lugares mais especiais no Palácio Nacional da Ajuda. Quão especiais serão os objectos do quarto da Rainha? Que histórias encerra este lugar e o que nos contará das pessoas que ali viveram? Para além dos desenhos, vamos também escrever estórias sobre este sítio mágico, tranquilamente e em total exclusividade.
Para mais informações e inscrições clicar AQUI

This Wednesday is the beggining of the 10-years 10-classes in Lisbon, the training program that celebrates the 10 years of Urban Sketchers.
In the second session, on May 17, one of those that will be guided by me, we will discover and draw some of the most special places in Palácio Nacional da Ajuda. How special will the objects of the Queen's room be? What stories ends this place and what will tell us about the people who lived there? Besides the drawings, we will also write stories about this magical place, quietly and in total exclusivity.
For more information and subscriptions click HERE


05/05/2017

Óbidos - Igreja de São Pedro

Nem de propósito. Pouco tempo depois de me sentar no chão empedrado que nem um vagabundo, a desenhar a Igreja de São Pedro, começou a chover...

Not on purpose. A couple of minutes after I sat on the stoned floor like a bum, to draw the Church of São Pedro, it started to rain ...



04/05/2017

Carla Silveira

A última vez que desenhei a Carla Silveira fi-la parecer uma avestruz. Desta vez parece um duende, com a orelha a nascer no cocuruto da cabeça. Eu acho que ficou linda, apesar das mãos de lenhador...

Last time I drew Carla Silveira i did it like if she was a ostrich. This time she look like a elf, with an hear raising in the top of her head. I think she is gorgeous, despite the farmer´s hands...


03/05/2017

Óbidos - Igreja de Santa Maria

Sentado no chão, encostado a meia dúzia de metros da fachada, para que parecesse que ia cair em cima de mim. Gosto tanto!
Seated on the floor, half a dozen meters from the façade, to get the idea that is going to fall over me. I love it!



02/05/2017

Rachelle

Fui a Amesterdão um par de dias, em trabalho.  
Na viagem de ida, e quando me sentei no meu lugar, reparei numa jovem holandesa com umas calças de ganga às pintas azuis escuras ao meu lado, separados apenas pelo corredor. Decidi que iria desenhar aquelas pintas, até sabia com que lápis o iria fazer, tinha tudo decidido. Daí a nada, e enquanto os assistentes de bordo metiam as últimas malas nos armários de cabine, e se preparavam para falar dos coletes salva-vidas e das portas de emergência caso o avião caísse, chegou uma senhora que ocupou aquele lugar, e as calças às pintas foram para o lugar do meio, fora da minha vista. 

Fiquei um pouco desapontado, mas depressa esqueci as pintas azuis. Tentei dormir, que a manhã tinha sido dura e desgastante, mas não consegui. Ao fim de uma hora de voo decidi tirar o caderno para desenhar as pessoas e cabeças que estavam à minha volta, o desenho que publiquei antes deste post. Depois de terminar a linha, espalhei lápis de cor em cima da bandeja da comida (que não serve para nada nestes voos lowcost), e comecei a pintar. Daí a nada tinha vários olhos em cima de mim, curiosos com o que tinha estado a fazer. Incluindo a jovem das calças às riscas, que não aparecia no desenho. Disse-lhe que deveria ter sido ela a ter sido a desenhada, caso não tivesse trocado de lugar. 
Achei que ainda iria a tempo de desenhar as pintas azuis, e perguntei-lhe se a podia desenhar. Disse que sim e trocou de lugar com a Bella, no tal lugar junto ao corredor. Disse-lhe que as minhas pessoas ficam quase sempre deformadas e muito feias, o que acabou por acontecer. 

A Rachelle é linda, tem olhos azuis e uns longos cabelos dourados, coisa que este desenho, por falta de habilidade, não mostra. Disse-me logo que não se reconhecia, e é totalmente verdade. Já as calças, e as pintinhas azuis, estão igualzinhas, e eu gosto do desenho.

I went to Amsterdam a couple of days, for work.
On my way, and as I sat down in my seat, I saw a Dutch girl in jeans with dark blue dots next to me, separated only by the corridor. I decided that I would draw those dots, I even knew with what pencil I would do it, I had it all decided. And as the flight crew place the latest suitcases into the cabinets, before the conversation about life jackets and emergency doors if  the plane crash, a lady came in, and the young lady with the dark blue dots  jeans went to the middle seat, out of my sight.

I was a bit disappointed, but soon I forgot the blue dots. I tried to sleep, that morning had been hard and exhausting, but I couldn´t. After an hour I decided to take the sketchbook to draw the people and heads that were around me, the drawing that I published before this post. After finishing the line, I spread colored pencils on the food tray (which is useless on these lowcost flights), and I began to add colour. In a minute, lots of eyes were looking at me, curious about what I was doing. Including the girl of the dark blue dots jeans, who did not appear in the drawing. I told her that she would be the one on my sketchbook if she had not moved.
I thought I would still be able to draw the blue dots afterall, and I asked  if I could draw her. She said yes and swap place with Bella, in that place on the corridor. I told her that my people are almost always deformed and very ugly, and that in fact happened.

Rachelle is beautiful, has blue eyes and long golden hair, something that this drawing, for lack of my ability, does not show. She told me she did not recognize herself, and it's totally true. But the jeans with blue dots are just like that, and in the end, I really like the drawing.




01/05/2017

Vueling

Um desenho feitos num voo de Lisboa para Amesterdão, que me começava a sentir aborrecido... | A drawing done during a flight between Lisbon and Amsterdam, that I was starting to feel bored...




26/04/2017

Maria Celeste

Desenhei várias vezes a Maria Celeste, mas ao meu jeito desengonçado, nunca lhe consegui captar verdadeiramente a alma e o entusiasmo. Esses predicados estão todinhos nesta foto, tirada à chegada a Manchester em Julho passado. Ainda hoje me espanta de onde vinha toda aquela energia. 
Gostava muito dela e fiquei muito triste com a notícia do seu falecimento.
Celeste: um beijinho e obrigado!



23/04/2017

Festival Latitudes - Óbidos

É já no próximo fim de semana que tem lugar a primeira edição do Festival LATITUDES, um evento dedicado à literatura de viagem, e do qual os Urban Sketchers Portugal são co-organizadores. Vão ser três dias intensos, numa das mais encantadoras vilas de Portugal. Para além de conferências e lançamentos de livros, vamos também desenhar, e partilhar com todos os que nos visitarem esta nossa paixão pelo desenho em cadernos. Vai valer muito a pena!

Para mais informações sobre o festival, clicar AQUI

Programa de sexta feira: http://obidosvilaliteraria.com/latitudes-sexta-feira/
Programa de Sábado: http://obidosvilaliteraria.com/latitudes-sabado/
Programa de Domingo: http://obidosvilaliteraria.com/latitudes-domingo/

Para saber quais os descontos associados a alojamento e refeições, consultar:
http://obidosvilaliteraria.com/desconto-latitudes/

Encontramo-nos em Óbidos?


29/03/2017

Norberto Dorantes em Lisboa

Norberto Dorantes, Mexicano a viver em Buenos Aires, está em Lisboa para orientar uma Oficina de Desenho. Será este Sábado 1 de Abril, pelas 10:30h, na Casa Atelier Vieira da Silva. Este workshop está inserido nas programações de Um Ano a Desenhar para o Futuro, e da Lisboa, capital Ibero-Americana de Cultura.
Para mais informações e inscrições, enviem um email para casa-atelier@fasvs.pt

Às 16h deste mesmo Sábado, terá também lugar uma conferência sobre o seu trabalho em diário gráfico, no auditório do Museu Vieira da Silva, junto ao Jardim das Amoreiras.
Imperdível!